Notícias

Comece 2018 com as contas sob controle

O ano de 2018 já está batendo à porta e o momento é de organizar a empresa para esta fase de reestruturação. A economia passou por uma crise sem precedentes e agora é preciso ser estratégico para retomar o crescimento de forma sustentável. Sua empresa está preparada para essa nova etapa? Como estão as finanças do seu negócio? Você consegue responder as 10 questões abaixo relacionadas? Caso a resposta seja não para a maioria das perguntas, você precisa de uma Consultoria Financeira.

O que faz uma Consultoria Financeira?

Realiza um mapeamento completo das finanças e dos demonstrativos contábeis para definir os ajustes e estratégias necessárias para garantir o resultado do negócio. Durante esse processo, de forma complementar e essencial, entra o trabalho de análise e organização das áreas operacional e estratégica da empresa, organizando o dia a dia e definindo os objetivos do cliente.

Nas pequenas e médias empresas é um degrau para a profissionalização da empresa, criando processos e treinando pessoas para que a empresa funcione de forma sistêmica.

Qual o resultado desse trabalho?

O trabalho permite que o gestor saia do operacional e passe a se dedicar ao estratégico sem perder o controle da empresa. Traz mais tranquilidade, organização, planejamento e previsibilidade a gestão.

Aonde as empresas erram?

As empresas nascem, crescem e, normalmente, só depois é que se organizam. Tudo começa pequeno e as atividades ficam centralizadas. A estratégia e o modus operandi ficam na cabeça do dono. Com o crescimento, vem a necessidade de contratar mais funcionários, aumentam o volume de clientes, de fornecedores, há a necessidade de mais investimentos, além de informação rápida e de qualidade para gerenciar o dia a dia. Se não há organização, metodologia, conhecimento e sólidos controles administrativos e financeiros, o crescimento carrega em si somente o ônus, gerando um caos na área operacional que pode levar uma empresa ao fim das atividades. Este pode ser o destino das empresas que não conseguem fazer uma leitura e análise crítica dos seus números: margens de contribuição, lucratividade, caixa, orçamento, inadimplência, produtividade etc. E isso é comum para empresas dos mais variados portes e segmentos, portanto, é essencial que se construa uma nova cultura que tem como alicerces a ampliação da visão estratégica e um amplo conhecimento dos fatores que influenciam a geração de resultado do negócio.

Fuja deste cenário!!

Organize suas finanças e processos para entrar em 2018 com força total, seguro nas suas decisões e certo de que vai acompanhar a recuperação da economia e blindar o seu negócio para novos reveses. Conte com a Florença para alinhar tudo isso!

 

10 perguntas que todo empresário deve fazer a si mesmo:

 

  • Você pode tirar férias sem que sua empresa pare?
  • Quando o mês termina, você sabe qual foi o resultado real da sua atividade (lucro ou prejuízo)?
  • Você tem um plano orçamentário para os próximos meses ou anos?
  • Você tem um planejamento do seu negócio para o próximo ano?
  • Você sabe se pode investir e quanto?
  • Você sabe quais informações cobrar do seu financeiro para ter certeza que o seu negócio está gerando resultados satisfatórios?
  • Quando as vendas aumentam a inadimplência também aumenta?
  • Você consegue determinar a sua necessidade de capital de giro e sabe quanto você está gastando com juros sobre empréstimos?
  • A operação de sua empresa gera caixa para o pagamento dos seus compromissos?
  • Você conhece o conceito de margem de contribuição? Sabe quanto a sua venda deve gerar de margem para pagar as despesas fixas da sua operação?

Você gostou? Compartilhe com seus amigos